Conforto para a barriga e a alma

GASTRONOMIA

Adega dos Apalaches

Desde junho de 2016 que uma velha casa de xisto foi transformada num espaço que envolve pela sua simplicidade e projetada nas tradições da terra e na dureza da pedra.

O desfrutar da gastronomia regional neste local leva-nos aos tempos das nossas avós. Rapidamente passou de boca em boca e os forasteiros fazem-se ao caminho com a expetativa de uma experiência única.

Ao entrar na aldeia, os aromas não deixam ninguém indiferente!

É só seguir o seu rasto e, rapidamente, o visitante se deslumbra com um espaço informal e acolhedor, com o olhar a perder-se num mar verdejante no horizonte, vislumbrando ao longe o Trilho Internacional dos Apalaches.

Almoços – 5ª e 6ª feira, sábado e domingo.
Jantar – 6ª feira e sábado: rodízio de petiscos.
Grupos – qualquer data, com reserva prévia.

História da nossa Gastronomia

CABRITO ESTONADO

A nossa proposta gastronómica assenta em produtos endógenos e de confeção tradicional nomeadamente o cabrito estonado, produto genuíno de Oleiros.

Trata-se de uma iguaria original e única no panorama nacional da nossa gastronomia, desde a preparação à confeção, que foi possível preservar ao longo dos tempos nesta região.

Em 1624 o missionário oleirense, Padre António de Andrade,  primeiro ocidental a escalar os Himalaias e a chegar ao Tibete, relata na sua expedição os costumes daquelas gentes: “os naturais não esfolam os carneiros e cabras que comem, comem-nas com a pele chamuscada“ e consta que esta prática terá sido trazida para o ocidente por este missionário pois o método de confeção é semelhante ao que se pratica hoje em Oleiros.

Ao longo dos tempos, nas casas abastadas de Oleiros e em dias festivos, o cabrito estonado marcou presença assídua na mesa e, de forma tímida, começou a integrar a ementa da restauração local, sendo procurada por forasteiros organizados em pequenos grupos.

Dada a sua originalidade, em maio de 2015 foi fundada a Confraria Gastronómica do Cabrito Estonado que conta como confrades de honra o ator Ruy de Carvalho e Sra Maria de Lurdes Modesto, grande referência da nossa gastronomia.

Os mais curiosos poderão aprofundar os seus conhecimentos sobre o cabrito estonado, consultando do site do Município de Oleiros que disponibiliza vasta informação.

Fonte by Confraria do Cabrito Estonado e C.M.O

Adega-dos-Apalaches-cabrito-estonado-menu2

MENU cabrito estonado

dose indivual e grupos
ao almoço
de 5ª feira a domingo,
sempre com reserva prévia.
Adega-dos-Apalaches-cabrito-1920jpg

CHEF André Ribeiro

Hotel Santa Margarida
o cabrito com
notas de aromas
especiais do Chef
Cabrito Forno 5

MARINAR 24h

forno a lenha
fumamos o forno
com um entrançado
de louro e alecrim.
cabrito 7

PRODUTOS

endógenos
confeção tradicional.
cabrito 5

CABRITO ETONADO

Pele estaladiça
uma corcância
que lembra o leitão.
Adega-dos-Apalaches-equipa-1080

COZINHA - equipa

Fernada e André
a felicidade de o receber.

Definitivamente o cabrito estonado é o prato emblemático de Oleiros, confecionado em forno a lenha.

A autenticidade desta iguaria, com a sua textura e sabor únicos,
atribui-se às pastagens serranas
que são a base da alimentação dos caprinos.

O PROCESSO DE ESTONAR

ou seja, arrancar o pelo é hoje efetuado de forma mecânica,
cumprindo as normas exigentes da segurança alimentar.
Posteriormente, 24 horas antes da confeção,
a pele intacta é barrada com uma marinada
de produtos e plantas aromáticas da região,
de modo a impregnar os sabores na textura da carne.

O forno a lenha, elemento essencial
para obtenção do sabor inigualável desta iguaria,
é aquecido lentamente
e as suas paredes vão retendo o calor emanado pelas chamas,
permitindo assar o cabrito de forma lenta e homogénea e,
ao mesmo tempo, libertando os aromas inconfundíveis
e muito característicos,
ficando a pele estaladiça e crocante.

De modo, a garantir as caraterísticas organoléticas (textura, sabor e cheiro) o cabrito deve ser servido imediatamente após a saída do forno. Diz-se na gíria que “nós é que temos que esperar por ele e não ele por nós”!

A Adega dos Apalaches
é o espaço por excelência para poder degustar
esta iguaria única, podendo acompanhar a evolução
do processo de confeção, sentir os seus aromas e embrenhar-se
no ambiente rústico das panelas de ferro,
do lume aceso, do caniço e das varas de fumeiro

Tão beirão! Tão nosso..

OUTRAS IGUARIAS

Deslumbre-se em saborear na “Adega” outras iguarias típicas e tradicionais da região beirã que fazem parte da nossa oferta gastronómica:

– O maranho de Oleiros: produto muito apreciado por quem preserva ainda as memórias vivenciadas outrora. O estômago da cabra, depois de devidamente preparado, é recheado com carne de caprino, arroz, presunto, chouriço magro e muita hortelã, cuja prevalência o distingue do de outras regiões.

– O nosso cozido à “Zé da adega”, a couvada de bacalhau, a sopa da matança ou de legumes da nossa horta e a feijoada tradicional confecionados à lareira na panela de ferro.

– No forno a lenha, além do divinal cabrito estonado, as mãos sábias da nossa cozinheira preparam deliciosos pratos como o arroz de pato, o galo na “caçola”, o pato com laranja, a barriga de porco, o cachaço e a vitela estufa, para além do pão de trigo caseiro todas as 6ª feiras.

– Poderá ainda deliciar-se como uma grande variedade de doces tradicionais, confecionados especialmente para si!

Consulte aqui o menu do dia

A nossa mesa prima pela tradição,
transportando-nos numa viagem
no tempo dos saberes e sabores.

Na Adega dos Apalaches, de quinta feira a domingo ao almoço,

podem degustar o prato gastronómico cabrito estonado,
sempre mediante reserva prévia.
Diariamente, ao almoço, preparamos dois pratos do dia,
que completam a oferta do cabrito estonado,
apelando sempre aos sabores tradicionais.

Ao jantar da sexta feira e sábado a “Adega” ,

propõe um imperdível rodízio de petiscos,
com sabores inspiradas na região.
Saboreie e surpreenda-se com o pão caseiro, cozido no forno a lenha todas as sextas-feiras, as azeitonas temperadas, o queijo de cabra em azeite, o presunto, os peixinhos da horta, o misto de enchidos, o pica-pau, o bacalhau à lagareiro, os cogumelos e os legumes da nossa horta, que apenas apanham o frio da noite ou do inverno!

Clique na imagem para assistir ao vídeo

Faça sempre reserva! A equipa está pronta a receber-vos.

Reúna a família, os amigos e
venha à aldeia,
surpreenda-se pela ruralidade do ambiente
que privilegia
o conforto e simplicidade.
Sinta-se em casa!